Festival Avesso




Numa pitoresca vila da ilha da Madeira há Cultura a acontecer. 
A Associação Avesso da Ponta do Sol nasceu há cerca de um ano com o propósito de simplificar o acesso à Cultura no meio onde se insere. Formar público para o teatro é uma necessidade deste projeto conduzido por jovens que se movem pela paixão e vontade de fazer acontecer.

Seguindo este sonho nasce a primeira edição do Festival Avesso, que junta em distintos palcos várias vertentes do Teatro e um cartaz de luxo composto por conhecidos e reconhecidos artistas nacionais e internacionais, sem esquecer os da Região.

Os palcos dividem-se entre a Ponta do Sol e o Funchal durante três fins de semana de 12 a 27 de Setembro.

A abrir o Festival a conhecida atriz Elsa Valentim num espetáculo Clown de Mário Gonzalez pelo Teatro do Aloés, "Julieta! para ver no dia 12 às 21:30 no Centro Cultural John dos Passos e no dia 13 no Teatro Municipal Baltazar Dias às 21:30.
No mesmo fim de semana o Teatro do Bolo do Caco apresenta o espetáculo " Pontaluar" sempre às 22:45.

No segundo fim de semana há teatro de rua com o palhaço Enano, o artista que já actuou em mais de 200 cidades e 43 países. O seu lugar de expressão favorito é a Rua - " O teatro da liberdade": Arrojado e irreverente não deixa ninguém indiferente. 
No palco há Panai. O artista francês Stephane Fitoussi dá vida ao palhaço Panai, num espetáculo mágico que conduz o público numa viagem sensorial ao mundo do encantamento e dos recantos adormecidos da alma. Um espetáculo que deixa marca no coração de quem vê.

No terceiro e último fim de semana o Festival Avesso recebe Vinicius Piedade com o espetáculo " Identidade", O ator brasileiro desencadeia no palco uma crise criativa provocada por uma amnésia repentina. Um espetáculo imperdível.

Do conhecido Imaginarius, o maior festival de teatro de Rua de Santa Maria da Feira o aclamado projeto Cão à Chuva com "Lullaby", um projeto de fusão que mistura a linguagem do teatro físico, clown, mimica e improviso e novo circo. 
Um projeto que tem corrido mundo e anda nas bocas do mundo por ser de uma qualidade inimaginável.

O Festival Avesso fecha em grande com a conhecida atriz portuguesa Ana Bola com o monologo " Ana Bola sem filtro" um espetáculo sem papas na língua que procura uma critica direta a uma realidade gritante: a total falta de respeito pela arte.

O Festival Avesso promete tornar estes fins de semana de Setembro um ponto virado do avesso para a inspiração, cultura, arte e talento.”


Festival Avesso
Festival Avesso
< voltar